sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Minhas flores do mal

Minhas flores do mal começam com uma pequena angústia matinal. Não consigo me lembrar o que sonhei, mas sei que havia uma mulher num vagão da transiberiana. O que por si só já motivaria um poema com vodka. Mas deixou apenas uma gripe e um inútil desentupidor nasal.

14 comentários:

Pedro disse...

Desisti de tentar ouvir seu programa, na página da PRF8 nao há nenhum link para o programa, como também nao há som. O que rola ? Já sarou da gripe ? Atualiza este terreno quase baldio aí, malandro. Lembrancas pra Aline e pro piá.
Até Mar.
Pedro.

Passo Dobrado. disse...

O Geba, o Mato Cao, Passarinho Convalescente, a galera da Broa do Jenipapo e o pessoal da rua da Fazurca mandaram um puta abraco pra ti e querem saber como andam o casal agora com o guri. Vê se manda um alô pra turma quando o tempo permitir. O Coxinha Couve-Flor também diz que aquela conta ele ainda salda. Abracao e nao se esqueca da galera.

Passo Dobrado.

Tchellos disse...

“Sonhos sonhos são” já disse o velho Francisco de Holanda.
Ta de férias também da diversão? Cadê as novas e as velhas produções?
Precisamos nos encontrar pra novas composições, pra beber, pra fumar, pra rir dos chatos que povoam este mundo imundo.
Hoje eu te ouço nas ondas da AM.
Abraços
Marcelo

Anônimo disse...

Tchellos`.
Podemos usar este terreno baldio para forjar um ponto de encontro da resistência de leitores do cara. Poderíamos propor temas subversivos sobre a memória santa roseana e interivir nos comentários de forma anáquica. O que acha, meu caro ? Pedro.

Tchellos disse...

Grande da’s Carverna’s,
Vamos acabar com toda tiririca e semear flores do mal nestas terras por horas inférteis e improdutivas.
Porra véio que saudades!
Vc mora nos nossos corações e em uma foto que tiramos antes do show do Pato Fu que faz parte do nosso mural. Lembra desse show? Eu não! Que porre!
Abraços
Tchellos

Tanabis disse...

Porra Santera,
Quanta viadagem!
Também pudera, só viado escreve neste blog.
Beijos
Tânia

Pedro disse...

Aí Tannabis, o pessoal do inferninho da Lagoa tá cobrando o tratamento dos animais de porte elefântico. Eu também acho que só escreve viado por aqui, por isto estou com este movimento juntamente com o Tchellos para colocar mais ordem na casa. Aí Tchellos, saudade também meu caro, eu acho que lembro da foto, do show também nao lembro. Aliás um dia tenho que compilar fotos. Segundo minhas contas até hoje devo ter umas quinze fotos. Lembra daquela propaganda do drogado folheando seu álbum de fotos e dos 15 aos 35 estava tudo em branco ? Estou um pouco assim. Abracao mermao. Vamos invadir este terreno baldio !!!

Aline disse...

Isso aqui tá engraçado, mas concordo com a Tânia. Essas histórias de paudurecência entre vocês (de outros comentários) não cheira bem. Rs. E já que virou uma várzea mesmo, aproveito pra mandar um salve para a galera desde a rua de baixo até a Alemanha.
Aline

Senhor F disse...

Mama's
aqui é assim mesmo, a gente mata a cobra e além de mostrar o pau, mostra a cobra morta também.
beijo no Riquinho.
Senhor F

Pedro disse...

Eu nao sei do que vocês estao falando. Só sei que meu negócio é sereia, com rabo de sereia & cheiro de bacalhau. O resto nem sei do que se trata. O mundo é este, filtrado por mim e meu tripé. A várzea tomou conta do bloguinho, agora sim o nome diz tudo: Pobre Meu Blog. Ou Pobre dos Leitores que ficam aqui na sala dos fundos com cara de garagem, fazendo barulho enquanto o Fubá nao chega. O cara me disse que estava em Sampa e Dracena. E o que a gente tem com isto, fico me perguntando. Como dizia o pequeno príncipe: ajoelhou tem que. Agora se cuida que nem ban daid sara a pus de furúnculo. Diga lá Tchellos, esta mulherada tá com problema de pélvis. Até Mar. Pedro.

Tchello's disse...

Hoje o pessoal da rua de baixo vai invadir a Fun House na rua de cima.
Vai rolar rock du bão.
Só pra entendidos.
To achando que a nave louca vai decolar.
Apertem os cintos e sinto muito, o aviso diz pra não fumar.
Tchello’s

Kaverna disse...

Queria estar no meio. Peco desde já um brinde para a sucursal berlinense. Pois a boemia aqui me tens de regresso. Até Mar. Abraco pra todos que estao avoados na casa de Lou. Até Mar. Kaverna.

Tchello's disse...

Da Caverna meu velho,
A barraca continua armada, as trincheiras estão todas abertas.
Vamos acabar com a babaquice e tocar fogo no matagal.
Cadê o dono do galinheiro que nem aqui canta de galo?
O trago será dado em sua homenagem e de todos que caíram em combate.
E pros da pesada diz que eu to pulando o muro no fundo do quintal da escola, já volto.
Falta vc aqui véio.
Amplexos
Tchello’s

Anônimo disse...

Aves raras! O que tá acontecendo aki? isso tudo é uma grande farra, um colóquio de malucos!!Beijos às sereias e aos botos!!