domingo, 27 de março de 2011

Pensando em Kerouac



A vida é um pingo de chuva no mar
Mesmo assim, viver é desejar
O outro, seu corpo, sua mente
Sempre pergunto a Deus o porquê
Mas nunca tive uma resposta decente

4 comentários:

F! disse...

Perguntas, respostas...coincidência ou não, postei algo sobre isso hoje.

A gente sempre quer mais do que tem... inclusive, respostas.

Edson Nunes disse...

Eu vivo pensando em Kerouac, e claro, em perguntas mirabolantes, principalmente aquelas que poucos ousam dar um resposta verdadeira.

Zaratustra disse...

Muito bom!

Elucubrada disse...

muito.